quarta-feira, 22 de agosto de 2012

O retorno

Meu último dia antes do retorno estava perfeito, até o encerramento.
Como era o último dia, resolvi rever lugares no Porto, sem me preocupar com absolutamente nada, simplesmente passear.
O dia começou cinza, mas o sol logo veio carregado, o céu não podia estar mais limpo.
Peguei o metro e fui até Gaia, de lá vim descendo pela ponte Luiz I, segui pela Batalha, conheci a Rua de Santa Catarina, é o local do comércio, aproveitei para umas comprinhas, valeram muito, peguei o metro de volta ao hotel, dei uma descansada e fui tentar fotografar o por do sol na foz do rio Douro.
Embora o sol se ponha tarde, 21h ainda está claro, estimei mal o tempo, quando cheguei por lá, ele já tinha ido, mas ainda tinha muita luz.
Começo a montar o tripé, para um camarada para conversar, ele ficou com o meu endereço do blog, se estiver lendo, me desculpe, esqueci o seu nome, papo vai, papo vem, tiro algumas poucas fotos, resolvo mudar o tripé de posição, deu-se a catástrofe: parecia câmera lenta, só vi a câmera dar um giro para cima e cair de bico com a lente na calçada (18-200mm).
Nem sei dizer o que me passou na hora, abaixei para pegar a câmera, a lente estava torta, mas a maquina estava funcionando.
Vou vem se tem conserto, não sei se vai ser possível, o corpo da lente, na parte que abre para o zoom, quebrou, não vi nenhuma lente quebrada, pelo menos a olho nu nada aparece.
Na hora troquei a lente pela 10-20mm, a conversa continua, quando dei por mim eram 22:15h, adeus por do sol, luz do anoitecer, fica para a próxima.
O papo com o camarada foi bom, falamos sobre Brasil e Portugal, sobre democracia e monarquia, sobre como o Rio e o Porto se parecem, minha opinião, ele não conhece o Rio, e outros assuntos.
Foi isso!
Hoje retorno, avião lotado, muitas crianças, uma bebê que das 9h de viagem chorou umas 7h, muito legal, como gosto. Na fila atrás de mim uma família com duas crianças que faziam o que queriam, o pai principalmente nem aí, eram dois meninos, até para levar ao banheiro era a mão que levava.
Os patrícios são muito engraçados, quando o comandante movimentou os flaps para se preparar para pousar, eles acharam que já tinha pousado e aplaudiram, será que não viram que ainda estava no ar?
Mas para encerrar e resumir o que foi a minha semana no Porto, só tenho a dizer que FOI MUITO BOM!!!! Não é uma lente que vai estragar uma viagem e principalmente para um lugar que gosto. Visitem Portugal, com certeza você entenderá muito mais o Brasil depois de conhecer a sua origem!!!!
É isso aí, como disse a Marcia Magda, é um bom motivo para ir a NY, levar a lente para consertar na rua 13, então.....
Até!!!!

Um comentário:

  1. Nada como ouvir o conselhos dos bem mais velhos rsrsrsrsrsr

    ResponderExcluir