segunda-feira, 19 de agosto de 2013

GPS, Motéis e Bares

Esta cidade apresenta muitas surpresas. Ontem, saímos a noite para procurar um bar, o gps indicava ser nos fundos do hotel, ótimo, partimos para lá, e a nossa surpresa foi grande.
Nos fundos do hotel, em uma área de uns quatro quarteirões, são pequenos, nada aqui é grande, funcionam os motéis da cidade.
São muitos, de todos os tipos mas com a mesma decoração de motéis em qualquer lugar.
Tem opção de cama redonda, normal, poltrona de relaxamento, tem uns que colocam na entrada artigos oferecidos para banho, a maioria com fotos dos quartos expostas.
Todos apresentam a tabela na porta, que vai de 1h até diária, com preços variando de acordo com a qualidade do estabelecimento.
E eu que pensei que estava em uma das melhores áreas de Tóquio, se bem que nao deixa de ser.
Para concluir, o gps deu a dica errada, o bar ficava dois quarteirões depois, em uma área de vários becos, como nossas "comunidades".
O local é pequeno, com uns 15 bares de cada lado de cada beco, dentro de cada bar, tem um balcão e, no máximo 4 bancos. O que nos procurávamos, mais para conhecer do que para freqüentar, estava lotado e havia mudado de nome, voltamos.
Com o calor que esta fazendo nesta cidade, e ontem a noite não foi diferente, cada buraco daquele devia ser pior que uma sauna.
Falando em calor, esta cidade é muito quente. Durante o dia chega a uns 35 graus fácil com bastante umidade, é beber água o dia inteiro, e a noite, quando bate um ventinho fica muito bom, mas não é constante.
Ontem andamos na ultima linha de bonde existente em Tóquio, não é muito longa, é um bonde fechado, com ar, o que valeu de interessante, é que passa por bairros residenciais, o que da para se ter idéia da vida dos moradores daqui.
Eu acho que a ida ao Monte Fuji não vai rolar, os pacotes oferecidos estão lotados.
Cada dia impressiona mais a educação das pessoas.
Ontem, depois do bonde, pedimos orientação a um rapaz sobre a estação de metro mais próxima, ele nos acompanhou até quase na porta da estação.
Voce não vê ninguém falando alto pelas ruas, só os vendedores das lojas chamando os clientes, ou então, quando voce entra ou sai de alguns estabelecimentos onde eles te dão boas vindas e agradecem a sua presença falando alto, todos juntos.
Embora não se vejam lixeiras pela cidade, são poucas, a cidade é limpa.
As pessoas, se vão descartar algo, colocam em um canto, é raro, mas voce vê.
Outro detalhe, por toda a cidade existem maquinas para vender água, sucos e refrigerantes, mas são  muitas mesmo e estão em todos os lugares, as vezes mais de uma, sendo que ao lado sempre tem uma lixeira para descarte de garrafas, e os preços não são diferentes das lojas de conveniência, que também existem muitas.
Até!

Nenhum comentário:

Postar um comentário