domingo, 5 de maio de 2013

Dag Amsterdam

Pois é, amanhã já estou de saída. Sol o tempo todo, nada de chuva como ano passado, dias bem aproveitados, só não deu para fazer mais, porque a cidade está lotada e tudo está muito cheio.
Ontem foi o Memorial  Day, hoje é o dia da Libertação da Holanda na Segunda Guerra, festa pela cidade.
Agora a noite, vi na TV que está acontecendo um grande show no Rio Amstel, perto de onde fiquei ano passado, fui até lá, impossível, voltei e estou vendo pela TV.
Grande orquestra, balé, os reis presente, a Máxima cantando junto com os artistas, grande espetáculo. Agora os reis e a Princesa Beatrix estão deixando o local de barco pelos canais, sem o menor problema, a Máxima é muito bonita e simpática.
Hoje a cidade estava tomada de torcedores do Ajax, campeão da temporada 2012, 2013, onde eles comemoraram com a torcida a conquista. Não sei se já viram holandês torcendo no futebol, é barulhento, então multiplique isso por milhares pelas ruas, vestidos de vermelho e branco, bebendo cerveja desde cedo, até agora pouco ainda estavam comemorando, melhor, ainda devem estar, eu é que voltei para o hotel.
O resultado disso é eu a cidade está imunda, suja mesmo, resto de comida e bebida pelo chão, os banheiros masculinos nas ruas, não deram vasão, está um cheiro só, sem contar a "maresia" que hoje foi forte. Mas nenhum incidente, todos na boa, festejando.
Quando voltei a tarde para o hotel, achei estranho um cara barbudo vestido de mulher na porta, tudo bem, pensei, vai ver ele gosta de se vestir assim.
Entro, vou para o elevador e para minha surpresa, mais dois, até se espantaram quando me viram, acho que com a minha cara de espanto, não eram gays, acho que era uma despedida de solteiro, eles estavam vestidos tipo bloco das piranhas no nosso carnaval. Antes que perguntem, não tirei foto.
O dia de hoje foi de turistão. Passeio de barco pelos canais, passeio pelo Vondelpark e mais tarde, almoço em restaurante de comida típica holandesa, carne, batata, molho, tinha opção de purê de maçã, sopa de aspargos.
Como meus amigos resolveram voltar para o hotel para uma pausa, fui ver a  World Press 2013.
A exposição está acontecendo em uma igreja, no red light district, acho que a igreja está desativada.
Achei a do ano passado mais impressionante. Muita foto de guerra, Síria, Palestina, isso rende. Mais uma vez gostei mais das outras, esporte, retratos, vida cotidiana, tem até favela do Rio. Mas o que está bem legal, é o complemento. Junto com a exposição, está acontecendo outra só com as fotos premiadas da Russia e antiga União Soviética, desde os anos 60, muito interessante.
O único problema que achei, é que as fotos mantém o mesmo tamanho, e a igreja tem um pé direito altíssimo, as fotos ficaram meio perdidas.
Para terminar, estou escrevendo e com a TV ligada, está passando um programa jornalístico sobre o Rio, só coisa ruim. O jornalista foi com intérprete para as favelas, conversou com quem não deve. Duas meninas ensinando como dão o golpe do boa noite cinderela e limpam as pessoas, disseram ser chefiadas por policiais ou ex policiais. Depois ele passa para a Rocinha, entrevista bicheiros e faz a comparação com a máfia italiana, dizendo o bicho ser mais organizado. Acho que a gente não precisa disso, mas acho que é isso que interessa a eles.
Estou aguardando o resultado do meu Botafogo, 1 x 0 29 min segundo tempo, estou com vontade de gritar CAMPEÃO, mas tenho que esperar mais 15 min.
Amanhã novo destino, de lá mais notícias.
Até!

Um comentário:

  1. Parabéns botafoguense pelo titulo fluminense!!!rsrsrs

    ResponderExcluir